O Corpo e a Cidade + Borda infinita

Classificação indicativa: 14 anos

O Corpo e a Cidade
Trabalho coreográfico resultante de instalações de dança realizadas pelo elenco do Balé Jovem de Salvador (BJS) em espaços públicos de Salvador. A obra foi criada dentro do projeto NOCORPODACIDADE, com apoio financeiro da Fundação Gregório de Mattos.

Criada em 2007 pelo bailarino e coreógrafo Matias Santiago, a companhia de dança é uma das poucas iniciativas da Bahia que visam à formação artística e profissional do bailarino e à composição de seu portfólio. O BJS tem como fim preparar seus jovens bailarinos para ingressar no mercado profissional de dança, em grandes companhias brasileiras e estrangeiras, grupos locais e coletivos artísticos.

FICHA TÉCNICA
Direção coreográfica: Matias Santiago em colaboração com o elenco | Ensaiadora: Ana Karla Sampaio | Elenco: Alice Rodrigues, Aline Rodrigues, Gabriel Sanches, Haíssa Brandão, Matheus Ambrozi, Nanda Rachel, Rafael Matos, Robson Ribeiro, Thor Galileo e Wendel Lima

Borda infinita
Um encontro de festa, corpos e danças. Um xirê afrofuturista de dançares negros. É um espetáculo-convite ao imaginário de heróis que podemos ser, ou sejamos sem perceber. Nossa armadura é a nossa celebração afetiva de construções poéticas políticas. No batidão do funk, saudamos esses nossos heróis, numa trilha sonora ao vivo livremente inspirada em cantos tradicionais de terreiros, samba-reggae e sonoridades eletrocontemporâneas. “Borda” é uma ficção de nós mesmo e “infinitas” coreografias que revivem e renovam enredos da nossa ancestralidade.

Esses dançares são festa de comemoração de uma década da ExperimentandoNUS, que pensa os diferentes corpos que dançam em muitas maneiras de existir no mundo, apresentando, nas concepções coreográficas, temas, inspirações e questões de relevância social e identitárias. Uma companhia com artistas negros e negras com experiencias e formações diversas.

FICHA TÉCNICA
Coreografia e atuação: Bruno de Jesus, Fred Lopes e Inah Irenam | Dramaturgia: Bruno de Jesus | Criação e atuação sonora: Fabrício Rocha | Concepção e confecção de figurino: Arieli Batista | Desenho de luz: Anderson Rodrigo | Colaboração coreográfica: Lukas de Jesus | Sonoplastia: José Maia | Foto: Alice Rodrigues

Local: Sala do Coro do Teatro Castro Alves

Data: 16/11 (sexta)

Horário: 19h

Valor: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

O que é

Criada em 2005, a JORNADA DE DANÇA DA BAHIA é um encontro focado na relação entre dança e educação, realizado pela Escola Contemporânea de Dança, sob a coordenação da dançarina Fátima Suarez. Sua programação agrega três contextos interligados: o Fórum de Educadores de Dança, ação continuada voltada à reflexão sobre o ensino da dança na Bahia e no Brasil; as residências e oficinas artísticas, para contribuir na qualificação de dançarinos; e a mostra artística, que apresenta espetáculos com artistas locais, de outros estados e países, reunindo produções de dança moderna e contemporânea.

A JORNADA DE DANÇA DA BAHIA busca favorecer o intercâmbio, provocando a difusão de práticas artístico-pedagógicas e incentivando a discussão e a pesquisa. É um evento interessado no artista/professor/aluno e em como estabelecer conexões inventivas entre estes, tendo como pontos de apoio o aprimoramento técnico, o incentivo à criação e as observações e opiniões em torno de propostas com variadas metodologias.

Uma das marcas da JORNADA está em sua inspiração nos ideais e na filosofia de dança de Isadora Duncan, mãe da dança moderna. Este traço se revela em diversos aspectos técnicos e conceituais, permeando toda a programação.

Em 2018, a 10ª edição mergulha no tema “O Artista é o Espelho da Vida”, exaltando o papel questionador, reflexivo e aglutinador do artista na sociedade. A X JORNADA DE DANÇA DA BAHIA acontecerá de 14 a 18 de novembro, no Teatro Castro Alves, Goethe-Institut Salvador-Bahia, Escola de Dança da UFBA e praças públicas. A programação é quase toda gratuita, ou a preços populares.

Antes do marco efetivo do evento, o projeto realiza continuadamente a “Formação Itinerante de Professores de Dança”, que, em todos estes anos, já circulou por cerca de 20 localidades da Bahia, envolvendo mais de 1.500 alunos/educadores e criando uma rede de comunicação e troca de saberes. Neste ano, a iniciativa extrapola os territórios baianos e chegou ao Distrito Federal e outros quatro estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás e Minas Gerais.

Difundindo as múltiplas técnicas de dança para experimentação do corpo e suas possibilidades de expressão, a JORNADA propicia a professores, profissionais da dança, artistas e estudantes, crianças, adolescentes, jovens e adultos o estímulo a uma sensibilidade crítica que instiga ao aprimoramento. A JORNADA DE DANÇA DA BAHIA, ao perseguir o caminho da investigação da educação em dança, firma-se como evento fundamental para o desenvolvimento desta área, desenhando com seus participantes um futuro promissor para a dança no país.

A X JORNADA DE DANÇA DA BAHIA tem patrocínio da Termonorte, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, com realização do Ministério da Cultura (MinC).

Mostra Artística

Ex-passo

Claudio Machado (BA)

…É SÓ ISSO! + Tombé + Estilhaço-Cabeça

Balé Teatro Castro Alves (BA) + Jorge Alencar (BA) + Leonardo França (BA)

Tombé + ZIRIGUIDUM – Ideias abertas para tocar e dançar

Jorge Alencar (BA) + Grupo de Dança Contemporânea da UFBA (BA)

Escape

Nômades Grupo de Dança (GO)

O Corpo e a Cidade + Borda infinita

Balé Jovem de Salvador (BA) + ExperimentandoNUS Cia. de Dança (BA)

Homenagem a Apolo + Um conto zen

Lori Belilove (EUA) e Contemporânea Ensemble (BA) + Escola Contemporânea de Dança (BA)

Bonito

Paula Lice (BA)

Parquear Bando

Dança Multiplex (MG) e convidados da Bahia

INVente EXperimente

Artistas diversos + Andrea Raw (RJ)

Fórum de Educadores de Dança

Pelo sexto ano, a JORNADA DE DANÇA DA BAHIA inclui em sua programação o Fórum de Educadores de Dança, uma ação pioneira voltada à reflexão e ao desenvolvimento do ensino da dança, em todo seu potencial transformador, na Bahia e no Brasil. Reunindo professores e dançarinos de cidades do interior e da capital baiana, além de vindos de outros estados, o Fórum realiza um intercâmbio sólido de experiências vividas em diferentes contextos, mas sempre conectadas pelo interesse de se abranger repertórios diversos, questionar paradigmas, aprofundar o conhecimento e qualificar a prática. Oficinas e bate-papos, em paralelo a uma programação artística que reconhece e valoriza a formação artística do dançarino, objetivam instrumentalizar os profissionais de educação em dança para que sejam pontes cada vez mais firmes para travessias humanas e cidadãs.

O Fórum de Educadores de Dança é o ápice de um processo continuado da “Formação Itinerante de Professores de Dança”, que, em todos estes anos, já circulou por cerca de 20 localidades da Bahia, envolvendo mais de 1.500 alunos/educadores e criando uma rede de comunicação e troca de saberes. Neste ano, a iniciativa extrapolou os territórios baianos e chegou ao Distrito Federal e outros três estados: São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Os participantes do Fórum de Educadores de Dança são professores, educadores e profissionais de dança inscritos em convocatória pública, que usufruem do evento de forma totalmente gratuita.

OS BATE-PAPOS SÃO ABERTOS AO PÚBLICO, sem necessidade de inscrição prévia.

Programação

15/11 (quinta)

  • Oficina com Jorge Alencar e Neto Machado (BA)

    9h00 às 12h00, na sala de ensaio do Teatro Castro Alves | Para participantes inscritos | Gratuito
  • Bate-papo “As faces do espelho: caminhos para a formação do professor de dança”

    Com Alexandre Molina (MG), Carmen Paternostro (BA) e Denise Acquarone (RJ) | Mediação: Gisela Tapioca (BA) | 14h00 às 16h30, no Goethe-Institut Salvador | Aberto ao público | Gratuito

16/11 (sexta)

  • Oficina com Dorothé Depeauw e Thembi Rosa (MG)

    9h00 às 12h00, na sala de ensaio do Teatro Castro Alves | Para participantes inscritos | Gratuito

17/11 (sábado)

  • Oficina com Andrea Raw (RJ)

    9h00 às 12h00, na sala de ensaio do Teatro Castro Alves | Para participantes inscritos | Gratuito
  • Bate-papo: “O outro lado do espelho: processos criativos que ocupam a cidade”

    Com Cristiane Santos (GO), Dorothé Depeauw (MG), João Rafael (BA) e Thembi Rosa (MG) | Mediação: Neto Machado (BA) | 14h00 às 16h30, no Goethe-Institut Salvador | Aberto ao público | Gratuito

18/11 (domingo)

  • Oficina com Lori Belilove (EUA)

    9h00 às 12h00, na sala de ensaio do Teatro Castro Alves | Para participantes inscritos | Gratuito

Acesse os Currículos


Alexandre Molina (MG)


Andrea Raw (RJ)


Carmen Paternostro (BA)


Cristiane Santos (GO)


Denise Acquarone (RJ)


Dorothé Depeauw (MG)


Gisela Tapioca (BA)


João Rafael Neto (BA)


Jorge Alencar (BA)


Lori Belilove (EUA)


Neto Machado (BA)


Thembi Rosa (MG)

Workshop

Tradicional ação da JORNADA DE DANÇA DA BAHIA, o Workshop de Dança Moderna na Técnica de Isadora Duncan com a mestre Lori Belilove apresenta a vida e a arte de Isadora Duncan através de master classes na sua técnica original e do seu repertório. Livros e demonstração de danças são apresentados. Oferece conhecimento e estudo no vocabulário do movimento e na filosofia da sua arte de dançar. Parte do tempo também é dedicada à apreciação de remontagem de coreografia de Isadora Duncan.

INSCRIÇÕES
O workshop é voltado para dançarinos com no mínimo três anos de experiência.
Número de vagas: 10
Inscreva-se aqui: www.sympla.com.br/jornada
Inscrições abertas até o meio-dia de 13/11 ou até o encerramento das vagas

Programação

14/11 a 16/11 (quarta a sexta)

  • 9h às 12h | Sala de ensaio do Teatro Castro Alves | R$ 250,00

    Workshop de Dança Moderna na Técnica de Isadora Duncan Com Lori Belilove (EUA)

Acesse os Currículos


Lori Belilove (EUA)

Residência

Pelo segundo ano, a JORNADA DE DANÇA DA BAHIA inclui em seu escopo de atuação uma residência, para promover imersão em criação e contribuir na qualificação de dançarinos selecionados na Bahia.

“Parquear Bando” é uma intervenção urbana realizada desde 2011 pelo Dança Multiplex, a partir da residência com interessados em praticar um corpo coletivo, experimentando a utilização dos bambus como um dispositivo para a desaceleração, equilíbrio e composição. Ocupando e buscando interação em espaços públicos da cidade, trata-se de uma coreografia nômade, múltipla, um itinerário de atravessamentos, conexões, contemplação, respiração, intervenção e composição com os outros, com os lugares, percebendo o próprio corpo, compondo com a cidade e com tudo aquilo que nos atravessa. Caminhar, equilibrar bambus, conectar-se, traçar formas geométricas, pescar sombras, observar, escutar, transformar-se em bichos são algumas das ações do Parquear.

DANÇA MULTIPLEX
Modo colaborativo das dançarinas e coreógrafas Margô Assis, Renata Ferreira e Thembi Rosa para parcerias para a continuidade das suas pesquisas. Desde 2000, as três artistas desenvolvem seus trabalhos apoiando-se mutuamente e em diálogo com artistas de diversas áreas. Em 2013, estrearam “Cada começo é só continuação”. Para “Parquear”, convidaram Kênia Dias e formaram um quarteto que, desde 2011, pesquisa intervenções em áreas verdes urbanas, focando-se também no público infantil. Na temporada 2014, foram convidadas as dançarinas Karina Collaço, Heloisa Domingues e Dorothé Depeauw. Realizaram temporadas em várias cidades brasileiras. Expandiram a proposta para o “Parquear Bando” para que outras pessoas passem a integrar o bando e experimentem juntos essa composição.

INSCRIÇÕES ATÉ 7 DE NOVEMBRO
A residência “Parquear bando” é voltada para pessoas conectadas com a prática de intervenção urbana e com interesses neste universo. É necessário ter disponibilidade de presença para os três dias de vivência, para o ensaio e a apresentação final.
CONFIRA LISTA DE SELECIONADOS(AS)

Programação

15/11 a 18/11 (quinta a domingo)

  • Residência Parquear Bando

    Com Dança Multiplex – Dorothé Depeauw e Thembi Rosa (MG) | Residência: quinta a sábado, 14h00 às 17h00, na sala de ensaio do Teatro Castro Alves | Ensaio: domingo, 15h00 às 17h00, na Praça Dois de Julho (Campo Grande) | Apresentação: domingo, 17h00 às 19h00, na Praça Dois de Julho (Campo Grande)

Acesse os Currículos


Dorothé Depeauw (MG)


Thembi Rosa (MG)

Quem Somos

Direção Geral: Fatima Suarez
Direção Administrativo-Financeira: Cândida Campos
Gestão Integrada: Cardim Projetos e Soluções Integradas (Marcia Cardim)
Coordenação Fórum de Educadores de Dança: Fatima Suarez e Gisela Tapioca
Coordenação Artística ECD: Rachel Neves
Coordenação INVEX: Edith Méric
Curadoria INVEX: Edith Méric, Fatima Suarez, Rita Brandi
Produção: Dimenti Produções Culturais
Direção de Produção: Ellen Mello
Produção Executiva: Natália Valério
Equipe de Produção: Fábio Osório Monteiro, Lísia Lira, Marília Pereira, Marina Martinelli, Priscila Santos
Coordenação Técnica: Érica Telles e Larissa Lacerda
Coordenação de Comunicação, Assessoria de Imprensa e Redes Sociais: Marcatexto (Paula Berbert, Atila Barros e Carolina Carvalho)
Design: Moisés Garcia
Webdesign: Diego Fox
Filmagem e Edição: Maria Carol
Registro fotográfico: Lorena Vinturini e Taylla de Paula

CONTATO PARA IMPRENSA:
Marcatexto
71 99127-7803
marcatexto@marcatexto.com.br

Locais e Endereços

 

 

• Goethe-Institut Salvador-Bahia (Av. Sete de Setembro, 1809 – Corredor da Vitória)
• Teatro Castro Alves (Praça Dois de Julho, s/n – Campo Grande)
• Escola de Dança da UFBA (Av. Adhemar de Barros, s/n, Campus de Ondina – Ondina)
• Espaços públicos de Salvador: Praia da Preguiça (Gamboa) e Praça Dois de Julho (Campo Grande)